Tourém

De Tourém a Randin (Rota do Contrabando)

Entre a aldeia portuguesa de Tourém e a galega Randin fazia-se outrora do contrabando a principal atividade de subsistência, uma forma de vida que garantia o sustento e compensava uma agricultura insuficiente. O burro era o principal meio de transporte das mercadorias, por caminhos que atravessavam a fronteira, em locais onde os guardas pudessem ser despistados.
É por esses trilhos do contrabando que se desenvolve este percurso pedestre. Inicia-se em Tourém, situada nos limites do Parque Nacional da Peneda-Gerês, seguindo na direção da aldeia de Randin, por caminhos tradicionais com muros antigos, acompanhando terras de cultivo e vegetação de grande beleza, onde não faltam os centenários carvalhais. Ultrapassada a aldeia galega, acompanha-se o rio Sallas e depois a sua barragem, proporcionando vistas magníficas, com a passagem pelo marco onde se faz a reentrada em Portugal.
É um trilho circular, de grande beleza paisagística e rural, curto e fácil, muito agradável de percorrer apesar de se pisar demasiado alcatrão ao redor de Randin. A opção mais longa permite-nos ainda conhecer um pouco melhor as redondezas da aldeia portuguesa. Este percurso segue a marcação do PR 6 (a versão mais longa utiliza parte do trilho da Costa), mas as marcações no terreno nem sempre são claras e suficientes, com alguns postes caídos ou desaparecidos. Um conselho: siga a Itinerante!

Pontos de Interesse

TOURÉM

A aldeia de Tourém, pequena e acolhedora aldeia de fronteira, possui um harmónico conjunto de casas de pedra, muitas delas do século XVIII.

RANDIN

A aldeia de Randin é um pequeno núcleo rural Galego, na fronteira com Portugal. 

CAPELA DE S.LOURENÇO

A Capela de S. Lourenço é uma pequena mas bonita construção medieval datada do século XVI, situada numa zona elevada, na fronteira com terras Galegas. 

Veja também

Grous

Em redor da Barragem dos Grous Este percurso circular parte e termina no Monte de …